Bel-Ami (Edição Bilíngue)

Author: Guy de Maupassant

Subject: Ficção francesa - Romance

Publisher: Editora Landmark

O lançamento de BEL-AMI pela Editora Landmark apresenta pela primeira vez esta magnífica e importante obra de Guy de Maupassant em uma inédita edição bilíngue, resgatando toda a magnificência de uma das maiores obras da literatura ocidental.

BEL-AMI é um romance realista escrito por Guy de Maupassant publicado em 1885 sob a forma de folhetim na revista literária “Gil Blas”. O romance explora a sociedade e as atitudes em relação a riqueza, ao poder e ao oportunismo, retratando a ascensão social de Georges Duroy, homem ambicioso e sedutor, além de arrivista e oportunista, lançado ao topo sociedade parisiense, graças à ajuda de suas amantes e do conluio entre a imprensa, as finanças e a política.

Maupassant descreve as ligações existentes entre o capitalismo, a política e a imprensa, além da influência feminina, privadas da vida pública da época. A obra se apresenta como uma pequena monografia da imprensa parisiense, onde Maupassant retrata implicitamente a sua própria experiência como jornalista. Assim a ascensão de Georges Duroy pode ser comparada à própria ascensão de Maupassant. Através do personagem, o autor nos faz descobrir o mundo do jornalismo e da alta sociedade, sob a ótica dos escândalos políticos e financeiros.

BEL-AMI retrata o agitado mundo parisiense no qual os personagens devem trilhar um caminho estreito. Agindo como um verdadeiro canalha, incerto e inconstante tanto nos domínios do amor quanto nos das ideias, Georges Duroy se vale de seu charme, do seu corpo e das mulheres para crescer social, política e financeiramente.

No início do romance, Duroy é apenas um jovem pobre do interior que busca fazer fortuna. Apesar de sua origem, a ambição de Georges Duroy faz com que ele tenha como propósito, ser um dos homens mais ricos e poderosos da França. A partir desse objetivo, ele utiliza o seu charme e boa aparência para seduzir as mulheres de políticos e homens influentes da capital francesa.

O romance, recheado de cenas sensuais, descreve Paris em detalhes: Ao longo do romance, Duroy frequenta locais famosos em Paris, como o cabaré Folies Bergère e o Bois de Boulogne e nas regiões campesinas em torno da capital francesa e certas cenas se passam nas igrejas de Paris, como na Igreja da Trindade e na Igreja de Santa Madalena.

Duroy explora as fraquezas dos outros para sua própria vantagem no processo de manipulação. Ele utiliza o sexo como uma arma para conseguir das amantes o que deseja. Cada mulher que ele seduz serve a um propósito, seja profissional, financeiro ou até mesmo político.